Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




AMIGO INVISÍVEL: Espólio Literário

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 27.03.14

A Cleópatra,

com paixão

 

Tenho assistido, consternado,

À lasciva expressão do teu amor

Pelo Marco António, que, coitado,

Jaz e arrefece, para tua dor…

 

E lá tinha o Invisível Amigo

Que perturbar teu eterno sossego,

Despertando esse vulcão antigo,

Ó manifestação do teu apego!...

 

E tornou Visível o Invisível,

O que não equivale a realidade…

Olha que, para Platão, o sensível

Não tem muito a ver com a verdade.

 

Mas estou apreciando a Novela,

O enredo é bem interessante…

Eis a minha análise do que vi:

 

Considerando o dramatismo dela,

Somando a tua Paixão delirante,

Bate aos pontos a SIC e a TVI!...

 

 

P. P. P.

(penetra, poeta, pensador)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cunha ribeiro às 09:14