Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




DISCURSOS

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 19.09.13

Exma. Sra. Presidente do Conselho Geral Transitório
Exmos. Srs. Conselheiros
Exmos. Srs. Professores
Exmos. Srs. Funcionários
Caros amigos e amigas
Em primeiro lugar gostaria de expressar o meu agradecimento pela vossa presença, facto que muito me honra e que também pode ser interpretado como um sinal de disponibilidade para, com o apoio de todos, continuarmos a edificarmos uma escola José Régio Excelente, preocupada com o sucesso dos seus alunos, interessada em participar activamente com as muitas e importantes instituições que fazem, também elas, crescer todo o concelho de Vila do Conde.
A minha candidatura, sendo uma candidatura “pela e para a escola” assentou num conjunto de princípios, estratégias, metodologias e actividades que têm como principal objectivo contribuir para que esta escola, a nossa JR, seja cada vez mais uma instituição apostada em contribuir decididamente para a formação dos nossos jovens, apostada em ter um papel preponderante na construção do futuro das gentes desta terra.
A Escola Secundária José Régio deve construir uma imagem inequívoca de um espaço acolhedor, um universo onde aprender e ensinar façam parte integrante de um conjunto de rectas concorrentes, claramente iluminadas pelo brilho do saber.
É pois dentro desta linha do pensamento que, tal como sempre foi meu timbre, e porque acredito que todas as mudanças, todos os desafios exigem a energia de muitos, continuarei, juntamente com a minha equipa, a apostar na consolidação daquilo a que muitas vezes referimos de “família JR”. Continuaremos pois a apostar numa família JR, onde todos os actores tenham e sintam que têm verdadeiramente um papel activo na vida desta
escola. Uma família onde Alunos, Pais, Encarregados de Educação, Funcionários e Professores sintam que, todos os dias a escola JR cresce, porque fazem parte integrante de uma máquina única, onde é fundamental a colaboração, a partilha, a critica construtiva e, assim de tudo, o verdadeiro gosto de pertencer a esta comunidade.
Na minha opinião, esta filosofia é essencial para que todos possamos ultrapassar momentos difíceis que, sejamos claros, irão povoar os próximos tempos.
Serão momentos complicados não só resultado da aplicação dos diversos normativos legais, nomeadamente aqueles que sustentam a Avaliação de Desempenho, mas também, e não menos importante, das condições físicas que resultam das obras, porque o processo de requalificação da nossa JR terminará no inicio do segundo período, e tal facto exigirá, como todos já sabemos, mais uma vez um esforço acrescido.
Devo também dizer, numa total transparência e respeito por todos aqueles que acreditam numa escola apostada no sucesso dos seus alunos e na redução do abandono escolar, que a minha conduta, ainda que assente numa lógica de família/trabalho de equipa, não descurará as suas obrigações, nem impedirá que, à luz da legislação e dos mais importantes deveres de uma instituição como a nossa, possam ser tomadas as devidas e necessárias decisões.
Embora a direcção de uma escola esteja claramente assente na figura do Director, devo contudo afirmar que, tal como já referi várias vezes, o respirar, os movimentos, o sentir de uma escola resulta acima de tudo de trabalho sério de um grupo de pessoas.
Quero com isto dizer que, na linha da filosofia que norteou a minha candidatura, a equipa que irá trabalhar comigo e que garantirá uma continuidade absolutamente essencial nos dias que correm, será aquela que ao longo destes últimos anos, nunca deixou de acreditar na nossa escola e,
mesmo com prejuízo da vida pessoal, nunca se escusou a esforços. Trata-se pois de uma decisão que traduz o quanto reconheço o empenho, sentido de responsabilidade e apoio que sempre caracterizou toda esta equipa. Um muito obrigado e um agradecimento pelo sinal que desde o primeiro minuto lançaram, permitindo perceber que estariam disponíveis para colaborar, dentro ou fora da direcção, na edificação deste projecto.
Aproveito este momento para, também, agradecer a todos os colegas que comigo trabalharam, durante os anos em que exerci funções de Presidente de Conselho Executivo. Esta escola actual é sem dúvida resultado do empenho e esforço de todos esses colegas. Um sentido obrigado.
Um agradecimento também a todos os professores e funcionários que, todos os dias, mesmo muitas vezes em condições menos satisfatórias, nunca deixaram por créditos alheios o seu verdadeiro empenho na vida desta escola.
Um agradecimento à Associação de Pais que, nas condições que nem sempre foram as melhores, demonstrou claramente que estava presente, assumindo sempre que necessário um papel activo. Como é óbvio, espero continuar a sentir, e se possível ainda mais, que a vida desta escola deve muito a uma Associação de pais cada vez mais interventiva.
Uma palavra de agradecimento às instituições que cada vez mais têm, também elas, um papel decisivo na definição das linhas orientadoras de uma escola. É importante sentir que a direcção de uma escola pode contar com a partilha de informação, o apoio e colaboração de instituições integrantes da comunidade educativa, demonstrando a importância da escola transformar os seus muros delimitadores nuns simples e inofensivos obstáculos físicos.
Um especial agradecimento à autarquia por todo o apoio que desde sempre tem dado à escola e que, julgo ser de elementar justiça dizê-lo, desde sempre esteve disponível para apoiar todas as solicitações que lhe fizemos.
Estou certo que poderemos continuar a contar com todo este apoio e, devo também aqui dizer, publicamente, que como é óbvio, a escola estará, como sempre, disponível para colaborar em todas as iniciativas que venham a ser propostas pela autarquia. Um obrigado muito especial.
Não posso esquecer o ainda jovem projecto que esta escola abraçou no ano passado e que tem contado com o excepcional desempenho de toda uma equipa de trabalho. Sendo um projecto cuja concretização não deve encontrar qualquer tipo de obstáculo da parte da Direcção desta escola, permitam-me que possa publicamente expressar o meu profundo orgulho pelo trabalho de elevada qualidade que tem pautado este primeiro ano de vida. Gostava de dizer que, naturalmente, poderão continuar a contar comigo no desenvolvimento desse importante projecto que é aumentar as qualificações dos adultos deste concelho. Um obrigado por contribuírem para a construção da história e imagem da JR.
Permitam-me que neste momento em que vou abraçar um novo cargo, possa soltar alguns sentimentos que pacientemente repousam, ainda que contrariados, numa delicada gotícula, também esta prisioneira dos inúmeros movimentos de uns senhores que invariavelmente, distantes de todos e de ninguém, continuam a garantir a sequência que teima caracterizar o nosso dia-a-dia.
Permitam-me pois que agradeça publicamente àqueles que são o meu verdadeiro sentido de continuar a acreditar que aqueles movimentos, ainda que aparentemente cheios de nada, contribuem para que a nossa vida se vá preenchendo de um pouco de tudo. À Luzia um muito obrigado por compreender, ou quiçá tentar compreender, que a nossa JR é também uma parte da minha vida. Um obrigado por ter transformado os silêncios num mundo cheio de símbolos, reconhecendo, certificando e validando as minhas ausências. Obrigado por continuares a estar comigo em todos os momentos!
Ao Pedro que tantas vezes, entre uma estória de um grande vulto português e uma expressão que teimosamente, a pés juntos, jurava que nem sempre a perpendicularidade se esgota num simples, vulgar e aparentemente inofensivo ângulo recto, transformou, qual metamorfose, aqueles movimentos cíclicos dos tais senhores do tempo, em mais uma vulgar personagem secundária de uma relação intocável e cada vez mais forte. O meu muito obrigado pela paciência, pela magia de ultrapassar esses vazios. Obrigado pelo apoio que nunca negaste. Permitam-me que possa afirmar o orgulho que tenho por ele e o quanto o admiro! Muito obrigado, Pedro.
Gostava de terminar salientando que desenvolverei todos os esforços para que o plano de intervenção com que me candidatei seja efectivamente concretizado.
Mas, mais uma vez, gostava de referir que para a concretização desses projectos e de muitos outros que espero venham a surgir, é importante contar com o apoio de todos aqueles que, para além das suas opiniões, pretendam genuinamente contribuir para uma escola pública apostada na qualificação do concelho de Vila do Conde.
Conto com o apoio de todos esses!
Muito obrigado
António Almeida
03/07/2009

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cunha ribeiro às 15:54

ESCOLA SECUNDÁRIA JOSÉ RÉGIO - ACIMA DA MÉDIA - NO RANKING NACIONAL, EM 2010

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 19.09.13

ESCOLAS SECUNDÁRIAS

Lugar Escola Pública/
Privada
Distrito Concelho Média
nos
exames
Média
final
1 Colégio Nossa Senhora do Rosário Privada Porto Porto 14.79 15.90
2 Colégio Luso-Francês Privada Porto Porto 14.28 15.73
3 Conservatório de Música de Calouste Gulbenkian - Braga Pública Braga Braga 14.24 14.71
4 Colégio dos Cedros Privada Porto Vila Nova de Gaia 14.21 15.31
5 Colégio Rainha Santa Isabel Privada Coimbra Coimbra 14.17 15.85
6 Colégio do Sagrado Coração de Maria Privada Lisboa Lisboa 14.11 15.16
7 Colégio São João de Brito Privada Lisboa Lisboa 14.01 14.72
8 Escola Técnica e Liceal Salesiana Santo António (Estoril) Privada Lisboa Cascais 13.98 14.36
9 Grande Colégio Universal Privada Porto Porto 13.90 15.11
10 Academia de Música de Santa Cecília Privada Lisboa Lisboa 13.85 14.95
11 Colégio Moderno Privada Lisboa Lisboa 13.76 14.66
12 Externato Ribadouro Privada Porto Porto 13.71 16.00
13 Escola Secundária Infanta D. Maria Pública Coimbra Coimbra 13.66 14.47
14 Colégio Valsassina Privada Lisboa Lisboa 13.56 14.26
15 Colégio Oficinas de São José Privada Lisboa Lisboa 13.55 14.72
16 Colégio Manuel Bernardes Privada Lisboa Lisboa 13.46 14.46
17 Colégio de Santa Doroteia Privada Lisboa Lisboa 13.42 14.52
18 Colégio Casa Mãe Privada Porto Paredes 13.35 15.22
19 Colégio D. Diogo de Sousa Privada Braga Braga 13.33 13.59
20 Colégio Santo André Privada Lisboa Mafra 13.32 15.25

 

 

(.......)

200 Escola Secundária Fernando Namora Pública Coimbra Amadora 10.68 12.12
201 Escola Secundária Jaime Moniz Pública R. A. Madeira Funchal 10.68 13.01
202 Escola Secundária de Barcelos Pública Braga Barcelos 10.67 12.48
203 Escola Secundária D. Manuel I - Beja Pública Beja Beja 10.67 12.18
204 Escola Básica e Secundária da Guia Pública Leiria Pombal 10.66 12.13
205 Escola Básica e Secundária de Águas Santas Pública Porto Maia 10.66 12.47
206 Escola Secundária de Nelas Pública Viseu Nelas 10.65 12.45
207 Escola Básica e Secundária José Falcão (Miranda do Corvo) Pública Coimbra Miranda do Corvo 10.65 12.09
208 Escola Secundária João de Deus Pública Faro Faro 10.65 13.01
209 Escola Secundária Homem Cristo Pública Aveiro Aveiro 10.65 12.66
210 Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas Privada Aveiro Santa Maria da Feira 10.65 12.76
211 Escola Secundária de Ermesinde Pública Porto Valongo 10.65 12.72
212 Colégio Miramar Privada Lisboa Mafra 10.64 12.47
213 Escola Secundária Poeta António Aleixo Pública Faro Portimão 10.64 12.63
214 Escola Secundária Dr. Augusto César S. Ferreira Pública Santarém Rio Maior 10.64 12.45
215 Escola Secundária da Lourinhã Pública Lisboa Lourinhã 10.62 12.74
216 Colégio da Imaculada Conceição Privada Coimbra Coimbra 10.62 12.65
217 Escola Básica e Secundária de Vila Pouca de Aguiar Pública Vila Real Vila Pouca de Aguiar 10.61 12.22
218 Escola Secundária Júlio Dinis de Ovar Pública Aveiro Ovar 10.60 13.04
219 Escola Secundária Afonso Lopes Vieira Pública Leiria Leiria 10.60 12.29
220 Escola Secundária Frei Heitor Pinto Pública Castelo Branco Covilhã 10.59 12.58
221 Escola Secundária Daniel Sampaio Pública Setúbal Almada 10.59 12.29
222 Escola Secundária da Ramada Pública Lisboa Odivelas 10.59 12.35
223 Escola Secundária de Pinhal do Rei Pública Leiria Marinha Grande 10.59 12.76
224 Escola Secundária de S. Pedro Pública Vila Real Vila Real 10.59 12.74
225 Escola Secundária Dr. António Granjo Pública Vila Real Chaves 10.57 12.74
226 Escola Secundária de Inês de Castro Pública Porto Vila Nova de Gaia 10.56 12.59
227 Escola Secundária José Macedo Fragateiro - Ovar Pública Aveiro Ovar 10.56 12.80
228 Escola Secundária José Régio Pública Porto Vila do Conde 10.56 12.77

(....)

580 Escola Básica e Secundária de Penalva do Castelo Pública Viseu Penalva do Castelo 7.74 11.07
581 Escola Básica e Secundária do Cerco Pública Porto Porto 7.73 10.79
582 Externato de São Miguel de Refojos Privada Braga Cabeceiras de Basto 7.73 11.12
583 Escola Básica e Secundária de Padre António de Andrade Pública Castelo Branco Oleiros 7.72 11.22
584 Escola Secundária de Figueira de Castelo Rodrigo Pública Guarda Figueira de Castelo Rodrigo 7.69 10.98
585 Externato Nossa Senhora dos Remédios Privada Castelo Branco Covilhã 7.69 11.49
586 Escola Básica e Secundária Ourique Pública Beja Ourique 7.66 10.70
587 Escola Básica e Secundária Prof. Mendes Remédios - Nisa Pública Portalegre Nisa 7.57 10.64
588 Escola Básica e Secundária da Graciosa Pública R. A. Açores Santa Cruz da Graciosa 7.55 11.30
589 Escola Básica e Secundária Pedro Álvares Cabral - Belmonte Pública Castelo Branco Belmonte 7.51 10.20
590 Escola Básica e Secundária do Porto Moniz Pública R. A. Madeira Porto Moniz 7.39 11.35
591 Escola Básica e Secundária Pe.J.Agostinho Rodrigues - Alter do Chão Pública Portalegre Alter do Chão 7.33 10.50
592 Externato Portugália Privada Lisboa Lisboa 6.96 10.88
593 Escola Básica e Secundária Prof.António da Natividade - Mesão Frio Pública Vila Real Mesão Frio 6.86 10.68
594 Escola Básica e Secundária Dr. José Casimiro Matias Pública Guarda Almeida 6.68 10.73
595 Escola Básica e Secundária Dr. João de Brito Camacho-Almodôvar Pública Beja Almodôvar 6.51 10.77
596 Escola Básica Integrada Mouzinho da Silveira Pública R. A. Açores Corvo 6.25 11.00
597 Escola EB23 de São Roque Pública R. A. Madeira Funchal 6.20 10.50
598 Escola Básica de Vila Cova - Barcelos Pública Braga Barcelos 6.06 11.68
599 Escola Secundária Fonseca Benevides Pública Lisboa Lisboa 4.55 8.86

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cunha ribeiro às 15:12

DIVULGANDO AS ACTIVIDADES DA BIBLIOTECA

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 19.09.13

A iniciar mais um ano letivo, sugerimos a análise desta mensagem de um jovem do nosso tempo e da sua visão sobre a realidade do nossos sistemas escolares. Bom ano a todos!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cunha ribeiro às 14:16

DIVULGANDO O JORNAL DA ESJR -VC

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 19.09.13

DIA DA ESCOLA

No dia 4 de Julho, celebrou-se o Dia da Escola que é um dia de festa e celebração com atividades variadas, espetáculos e a cerimónia mais importante do dia que é a Sessão solene de entrega de prémios aos alunos do Quadro de Valor e Excelência e aos alunos que se distinguiram, em diversas atividades ao longo do ano, bem como a revelação do Prémio JR 2013 (professor e assistente) e o Prémio Equipa +. Perante um auditório cheio de alunos e suas famílias e todos os elementos da comunidade educativa foram distribuídos os prémios aos alunos que tiveram o mérito de atingir o Quadro de Valor e Excelência  com médias superiores a 4,5 no Ensino Básico e 17,5 no Ensino Secundário. No total 101 alunos estão dentro destes valores, distribuídos da seguinte forma:

 

7º ano – 9 alunos

8º ano – 6 alunos

9º ano – 11 alunos

10º ano – 17 alunos

11º ano – 24 alunos

12º ano – 34 alunos

Além disso, foi igualmente atribuído o Prémio JR à  professora Ondina Lemos e à assistente operacional Maria do Rosário. O prémio Equipa+ foi atribuído à equipa do Desporto Escolar.

Foi, sem dúvida, uma sessão que espelhou o dinamismo e a qualidade dos diversos elementos da comunidade educativa, com especial relevo para o elevado número de alunos que receberam os prémios.

Rendas e as festas populares

Um trabalho para simbolizar as festas do S. Pedro da Póvoa de Varzim, desenhado e transformado em renda de bilros pela nossa aluna Margarida Jesus do 11ºAV2.

 

 

 

 

Desporto escolar

No passado sábado, 7 de Junho de 2013,  realizou-se a última prova da ADE de Tiro com Arco, nas instalações do Clube de Tiro de S. Pedro de Rates. Presentes as escolas agrupadas na ADE de Tiro dos distritos do Porto, Braga e Viana do Castelo, num total de 20 escolas. A nossa escola fez-se representar por 6 alunos inscritos nos seguintes escalões: Iniciados Fem.: (Maria Camardi em 20 inscritas) ; Juvenis Masc.: (Ricardo Santos, em 23 inscritos); Juniores Fem.: (Elvira Camardi, em 18 inscritas) e Juniores Masc.: (Chen Guang Liang; José Marques e Daniel Marafona, em 13 inscritos).

Numa prova marcada por finais a eliminar em confronto direto, em que os primeiros lugares se decidiram por diferenças de um ponto em mais de cem, os nossos alunos tiveram um desempenho brilhante pois, para além do meritório 4º lugar da aluna Maria Camardi, pela primeira vez nestas “andanças”, os restantes dividiram os lugares do pódio da seguinte forma: Ricardo Santos: 1º lugar em Juvenis Masc.; Elvira Camardi: 2º lugar em Juniores Fem; e em Juniores Masc. os alunos Chen Guang Liang (3º), José Marques (2º) e Daniel Marafona (1º) dividiram entre si os 3 primeiros lugares do pódio. De notar ainda que a aluna Elvira Camardi, apesar do 2º lugar conquistado, fez uma prova brilhante perdendo na final para uma aluna da E.S.de Monserrate, Viana do Castelo, que para além de federada se apresentou em prova com material de competição, o que a este nível faz toda a diferença. As provas finais foram um regalo para quem teve a oportunidade de assistir…Poderão ver algumas imagens, aqui na Galeria de imagens. Um voto de louvor para estes alunos do Tiro com Arco que, mais uma vez, contribuíram para dignificar o nome da “José Régio”.


Prof. Manuel Ventura


Do "Jornal da Escola Secundária José Régio – Vila do Conde"


Autoria e outros dados (tags, etc)

por cunha ribeiro às 14:12

Correspondência entre horas lectivas e tempos de 45 minutos

por cunha ribeiro, Quinta-feira, 19.09.13
Já em tempos abordei aqui e aqui este assunto, mas como tenho reparado que este ano os erros de conversão dos tempos de 45 minutos em horas lectivas levadas a concurso são em maior número aqui fica novamente a tabela.
Tomemos como exemplo um horário de 16 tempos (16x45=720 minutos). Esse horário deverá ir a concurso com 15 horas lectivas (15x50=750 minutos) e terá 30 minutos de tempo restante (750-720=30 minutos). Se for a concurso com 14 horas lectivas (14x50=700 minutos), como já vi, o docente ofertará à escola 20 minutos por semana (700-720= -20 minutos)! 
Não esquecer o eventual prejuízo no tempo de serviço! 
Do Blog " Educar a Educação"

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cunha ribeiro às 09:13